A GAZETA INDEPENDENTE Nº 8

A verdade com independência

Data: D1 0704 30

1º. Dia de Combates. Sete horas, quatro minutos e trinta segundos depois de liberadas as ações ofensivas.

 

 

PUERTO CABELO ATACADO!

 A Marinha do Brasil emitiu nota informando que um míssil Torgos atingiu o principal estaleiro da Armada Venezuelana.

Segundo dados apurados pela Gazeta Independente, o míssil causou sérios estragos. Fontes não oficiais falam em 31 mortos.

 

Nossos correspondentes conseguiram as seguintes imagens aéreas:

 

 

VENEZUELA DERRUBA MAIS UM A-7M CORSAIR II

A defesa antiaérea venezuelana em Caracas, derrubou mais um caça A-7M da Marinha do Brasil. A defesa da capital venezuelana, composta por diversas unidades do Exército e da Força Aérea Venezuleanas, dispararam diversos tiros de canhões e dois mísseis Barak contra um solitário caça. A aeronave brasileira voava a 5.000 m, dentro do alcance dos canhões e muito dentro do envolpe de ação dos Barak. O caça foi atingido por diversos disparos dos canhões e, finalmente, pelos dois mísseis. Repórteres que cobrem a ação na capital venezuelana conseguiram captar o momento do impacto e não observaram a abertura de um pára-quedas. O comando brasileiro emitiu nota informando que o caça teve um problema de navegação indo inadvertidamente sobre a capital inimiga.

 

Veja o momento do impacto (os rastros são dos mísseis):

 

COMANDO BRASILEIRO INFORMA QUE SEGUNDA FRENTE TERÁ RESPOSTA

O Comando Brasileiro informou que a segunda frente, na Bolívia, já tem resposta a caminho. Segundo nota oficial, a FAB já tem unidades em número suficiente para cobrir este novo front, sem usar toda a sua reserva. A Força Aérea Boliviana tem uma vantagem tática, mas temos forças importantes convergindo para este novo teatro de operações, informa o comando.

 

 

 

D1 0706

MB DERRUBA DOIS FLANKERS 

A Marinha do Brasil anunciou que derrubou dois caças Su-30 da Força Aérea Venezuelana, com seus caças A-7M. Segundo a MB, os caças foram

derrubados sobre solo venezuelano, com mísseis Derby, o que mostra ante onde as forças brasileiras conseguiram penetrar.

 

FAV DERRUBA TRÊS CORSAIR II MODERNIZADOS

A Força Aérea Venezuelana anunciou a derrubada de três caças brasileiros A-7M, sendo dois próximos a Puerto Cabelo e outro próximo a Maracaibo.

Segundo a FAV, somente um piloto brasileiro sobreviveu. Os ataques foram realizados com  mísseis  R-27T.  Segundo  o  Comando  Venezuelano, apesar dos ataques brasileiros, os agressores tem sido caçados e destruídos.

 

 

 

TERMINAL DE PETRÓLEO ATINGIDO EM PUERTO CABELO

Nossos correspondentes em Puerto Cabelo informam que um importante terminal de exportação de petróleo foi atingido, nesta importante cidade. O ataque aconteceu apenas escassos minutos posterior a outro ataque, realizado contra os estaleiros da Armada Venezuelana. Segundo fontes oficiais, dez trabalhadores morreram e 22 ficaram feridos.

 

Um trabalhador do terminal, sem querer, acabou gravando o som do ataque: Ouça aqui.

 

 

 

D1 0708

FAV DERRUBA MAIS UM CORSAIR II MODERNIZADO

A Força Aérea Venezuelana anunciou a derrubada de mais um caça brasileiros A-7M, também próximo a Maracaibo. Segundo do comando da FAV, a ameaça brasileira, nesta região, está praticamente eliminada e, ainda, acrescentou que espera-se que mais um caça seja derrubado nos próximos minutos.

 

FAB LANÇA ALERTA À POPULAÇÃO VENEZUELANA

Fontes da Força Aérea Brasileira  informam aos trabalhadores das indústrias petrolíferas venezuelanas da Faixa do Orinoco que estes devem abandonar imediatamente as refinarias e poços petrolíferos da região. Dois importantes terminais/refinarias venezuelanos já foram destruídos, e a destruição prosseguirá, já que é a unica maneira de impedir que a Venezuela continue a obter recursos para armar governos títeres da América Latina. Não temos como garantir a segurança desses trabalhadores, informou a fonte.

 

MB ATINGE A PISTA DE MARACAIBO

Em nota oficial a MB informou que a pista do aeroporto/base de Maracaibo foi atingida por três bombas Spice, não especificadas. Correspondentes da Gazeta Independente conseguiram esta foto do aeroporto, mostrando que a pista está interditada. Fontes Venezuelanas não informaram o tamanho dos estragos e nem quanto tempo a pista ficará interditada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcelo Nichele